quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Mau Mau

Era aniversário da Kássia, toda a turma reunida numa pizzaria. Não demoramos lá e tudo correu bem, exceto pelo garçom quase se recusar a colocar uma fatia de pizza no prato do Filipe, que tinha despejado a lata de azeite quase toda no prato. E pela célebre frase do Márcio em aniversários em pizzarias: "Nem sei por que eu vim!", isso sempre ocorre com muita naturalidade e na frente dos aniversariantes.

Saímos da pizzaria e fomos à casa da aniversariante cantar os parabéns e comer o bolo. Chegando lá cumprimos nossa obrigação e, enquanto conversávamos um pouco, assistimos ao final de Todo Mundo em Pânico 4, o qual não recomendo a ninguém, e logo todos começaram a colher opiniões de coisas interessantes para se fazer, numa tentativa de superar o trauma causado pelo filme. Sugeri jogarmos mau mau, uma boa boa idéia.

Para não transformar o post num tutorial do jogo indico aos interessados procurar as regras no Google.

Só eu e a
Karina sabíamos jogar, então explicamos as regras para o restante da turma: Thiago, Filipe, Beto, Márcio e Leidiane. Foi nessa que a coisa emperrou, a menina não sabia nem diferenciar os naipes do baralho, mas, tudo bem, sou brasileiro e não desisto nunca.

Iniciamos a partida e logo começou o melhor do jogo, as armadilhas com o Rei. No Mau Mau, quando algum ser muito mau coloca um Rei na mesa, todos devem ficar mudos até a próxima rodada, e a Leidiane custava a entender isso (foi aí que desconfiei não ser brasileiro).

A cada malvadeza de alguém ela começava a questionar o porquê do silêncio, aí entregávamos uma carta por palavra dita por ela, gerando mais e mais reclamações. Mesmo com dois baralhos o monte estava prestes a ter saldo negativo, ela ia quebrar a banca.

Um maldito havia colocado um Rei na mesa e logo em seguida meu celular começa a tocar, como me ligam justo agora? Todos me olhavam com olhos que eram só felicidade, olhei para o lado: a Karina estava pronta para impedir minha fuga; juntei forças e de repente dei um salto para fora do sofá, achei ter escapado, mas aí percebi que minha perna ainda estava no sofá, segurada pela Karina. Corri ignorando o fato (depois desse acidente nunca mais corri como antes) e me refugiei na despensa para atender o celular.

Após uma rápida e silenciosa conversa, voltei às pressas para a sala (sem sentir uma perna) pronto para convocar o conselho e clamar por piedade, mas antes que os olhares furiosos me queimassem vivo, o Thiago disse que o Rei tinha sido colocado por mim, na rodada passada, ou seja, ninguém precisava ficar mudo ¬¬.

Continuamos em plena harmonia a nossa partida (a Leidiane quase arrancou a mão da Karina para não receber cartas extras, não aprendeu mesmo a ficar muda, e, pouco depois começou a chorar, continuava sem entender a regra fundamental, não chorar) e após três horas de jogo estávamos ainda muito longe do fim...

23 comentários:

KarinaK disse...

AHAUHAUHAUAHAUHHUAHAU
AHUAHUAHAUHAUAU x)
fikou mto massa o texto!
ah! eh a primeira vez q vc posta algo da TUA vida neh?!

mateusbonez disse...

Fazer o que né KSAOKASOASKOKASKSAO.
Ótimo final de semana, sempre dare uma passada aqui, muito bom seo blog :D Retribuindo ;DD

http://tiomah.blogspot.com

Márcio Ribeiro disse...

Legal o post, vou jogar esse jogo com umas tagarelas que conheço...rsrsrs

jérula disse...

q maldade...ei, adoro mau mau, mas não conhecia essa regra do K, mas acho q a aprenderia mais fácil..hehehe...ei, realmente, vc nunca fala da sua vida no post, achei bem legal..bjs

Filipe Veras disse...

realmente. O Tu nunca fala da tua vida nos posts.

Lucas disse...

Karina, Jérula, Filipe

Esse não foi o primeiro post (tem o do desafio sebrae)... e não será o último. xD

Natty disse...

Deu vontade de jogar!

Fernandinha Duarte disse...

HAHAHAH!
é legal jogar, menos quando demora demais =)

- Boa sorte ai , boas vibrações.
Beijos, Fernanda Dinha.

Amanda disse...

huiahaiuhaiauhaia
Isso é semi parecido com o jogo poder do dedo, é com baralho também. Só que quem não obedece as regras toma de virada um copo de cerveja. ;D
Mau mau é complicado, já me ensinaram a jogar mas só entendo pif paf! haiuahaiahihihahu
Imagina vocês jogando War... Se mau mau é difícil de terminar ^^
;*
Te linkei

Deisinha Rocha disse...

Ah, adoro mau-mau...

simplesmente adoro!

PS:ainda bem q nunca joguei com uma pessoa q nem a Karina [acho q é ela]...

rsrs

B.R.U.N.O. disse...

Realmente, gostei.
Principalmente da parte "(...)foi aí que desconfiei não ser brasileiro"...
Boa sorte com o blog!

Levi Ventura disse...

kkkkkkkkkkkkkkk
Muito bom
Gostei do jeito como vc descreveu o jogo
De certa forma deu para imaginar cada detalhe da cena descrita

Diego Warhol disse...

Poxa!!! Adorei seu blog!!!
Tinha deixado ele aqui gravadinho nos meus favoritos para depois dar uma olhada.
Mt bom!
Lerei sempre que puder! ^^
sei como são essas partidas em que temos que ficar mudos
¬¬ eu sempre era o que falava por algum motivo divino
uhauhahhuahuahuahuauhauhhuahua
flw

Jonatas Fróes disse...

Mau Mau é bem bacana, faz milhares de anos que não jogo, mas essa regra ai é osso hein! xD

[]'s

Musikaholic

Nanic0 disse...

parece ser legal vo exprementar jogar ele...

Karla Hack disse...

heheheh
Parece um jogo divertido!!
Nunca tinha ouvido falar... no fim os aniversários são sempre assim, neh?!
Muito bom!
;D
bjus

Sr. Bruno S/A disse...

momentos com os amigos... Uma das melhores coisas do mundo,,,

abraço

Sr. Bruno S/A disse...

momentos com os amigos... Uma das melhores coisas do mundo,,,

abraço

Kah disse...

sksoaskapskaps Mtu bom o texto!
Coitada da Leidiane me indentifikei com ela!

Agora to afim de aprender a jogar!

Mtu bom o blog!!

Leidiane disse...

Não entendi nada...

Naty :) disse...

haiushauihsihaiuhsa
leidiane não entendeu.

bem, percebi que a aniversariante desapareceu na propria casa e comemoração dela :S

Lord_nick disse...

WTF?!?

www.bloganerd.blogspot.com

jonas-16 disse...

Nem conhecia o jogo, mas valeu pela boa escrta..

^^