domingo, 30 de novembro de 2008

24 Horas - Agora É Real


Quem assistiu à sexta temporada de 24 Horas se deparou com um EUA vivendo o caos: terroristas possuíam bombas atômicas em solo americano, detonam uma e ameaçam detonar as restantes. Criatividade? Parece que não, talvez os roteiristas da série não sejam tão originais assim.

Recentemente vários blogs têm divulgado uma entrevista assustadora entre a TV Al-Jazeera e o suposto terceiro comandante da Al Qaeda, apresentado como "Sr. Mohammed Al-Asuquf, doutor em física e mestrado em economia internacional" - seria Asuquf anagrama de Fuq USA?

Seis pontos que envolvem esse fato devem ser destacados:
Primeiro: A rede Al-Jazeera nega que qualquer um de seus repórteres tenha realizado a entrevista.

Segundo: Esse tal de Asuquf provavelmente nem existe, o FBI não o reconhece e o Google (mais confiável que o FBI) só encontra resultados relacionados a essa entrevista, vista como um trote, quase todos em português. Português? Por quê?

Terceiro: A entrevista teria sido enviada ao jornalista Abel-Bari Atwan, editor-chefe do jornal árabe Al Quds, publicado na Inglaterra, que se negou a publicá-la por considerar o conteúdo revelador - tanto o jornal como o jornalista existem de fato:
Mapa da sede do Al Quds/Site.

Quarto: Segundo os dados mais consistentes e antigos a entrevista foi divulgada no fim de 2002, através de uma cópia que chegou a Foz do Iguaçu e foi traduzida por um misterioso professor universitário - a cidade é uma das maiores concentrações de árabes do mundo, fazendo fronteira com Argentina e Paraguai e; a região foi tida como possível HQ de terroristas para ataques anti-EUA feitos a partir da América do Sul logo após a divulgação da "falsa"-entrevista, pelo antigo secretário de estado americano Colin Powell.

Quinto: Dados como o PIB dos EUA, detalhes sobre antigas guerras e nomes como: Serguei Ivanov, citado como ministro de defesa russo (é também atual vice - primeiro ministro) e o sueco Hans Blix - chefe da equipe de inspetores da ONU na ocasião e atualmente um diplomata que diz temer mais o aquecimento global que armas de destruição em massa - são todos fatos consistentes.

Sexto: Seis pontos? Só eram cinco, acho que me enganei, ou Bin Laden apagou o rascunho.

Leiam agora a entrevista:

(Contém Spoiler para 24h)

Al-Jazeera - Qual o objetivo da rede Al Qaeda?
Al-Asuquf - Destruir o Grande Satã, isto é, os Estados Unidos e Israel.

Al-Jazeera - Por quê?
Al-Asuquf - Os USA vem ao longo de 60 anos impregnando o mundo com a sua arrogância, ganância e maleficência. É a encarnação de tudo que é mau. As pessoas que vivem nesse planeta não merecem este martírio.

Al-Jazeera - Esta visão não é um tanto unilateral?
Al-Asuquf - Não, é só você observar os últimos acontecimentos. O desrespeito ao tratado de Kyoto, o caso do Tribunal Penal Internacional Permanente, a inatividade em relação aos nossos irmãos palestinos, a ganância financeira com especulações absurdas sobre os países do Terceiro Mundo, o descaso completo com outros povos oprimidos e outras infinidades de situações que todos os chefes-de-estado ao redor do mundo conhecem. E para coroar a situação: a doutrina Bush de "atirar primeiro e perguntar depois". Isso é um abuso inaceitável e, portanto terá conseqüências muito graves.

Al-Jazeera - Mas o desenvolvimento e a influência americana não são frutos de uma competência?
Al-Asuquf - Competência em extorquir, competência em subjugar, competência em mentir. Após a Segunda Guerra Mundial, o USA era o único país industrializado com o seu parque de fábricas intacto. Emprestando dinheiro, como um bom agiota, acabou por se tornar um pais muito rico e poderoso, porem, sua ganância não foi reduzida. Hoje os americanos vivem como nababos, desperdiçam como nenhum outro povo, gastam cerca de 80 bilhões de dólares, por ano, só em apostas. Perderam a noção de espiritualidade e vivem em constante pecado. A cada dia que passa os USA demonstram que não sabem viver com os outros povos, por isso, merecem ser destruídos.

Al-Jazeera - Não seria mais fácil assassinar o presidente George W. Bush?
Al-Asuquf - Em primeiro lugar não iria adiantar nada, além, talvez, de transformá-lo em mártir. Quando você tem um inimigo poderoso pela frente a melhor estratégia é não matá-lo e sim, fazê-lo perder a liderança por incompetência e deixá-lo viver para ver isto acontecer.

Al-Jazeera - A rede Al Qaeda tem capacidade bélica de guerrear com o USA?
Al-Asuquf - Se analisarmos a história, veremos que toda grande guerra antes de ser iniciada era baseada em conceitos já estabelecidos. Mas observando bem, estes conceitos e estratégias de nada adiantaram, pois uma outra forma de guerra estava por ser travada. Um exemplo foi a construção da Linha Maginot pelos franceses, após a Primeira Guerra Mundial, e que na realidade, se mostrou completamente inútil diante das forças invasoras. Os porta-aviões, submarinos nucleares, satélites espiões de nada adiantarão na próxima guerra.

Al-Jazeera - Autoridades americanas mantêm mais de 1000 pessoas suspeitas de terrorismo após 11 de setembro, isto não compromete os planos da Al Qaeda?
Al-Asuquf - Destas pessoas presas talvez 20 ou 30 pertençam a Al Qaeda. Porém, são do segundo escalão. Nós possuímos mais de 500 integrantes do primeiro escalão e 800 do segundo escalão dentro dos USA.

Al-Jazeera - O que significa primeiro ou segundo escalão?
Al-Asuquf - Primeiro escalão são integrantes da Al Qaeda que se encontram no USA há mais de dez anos, muitos deles casados e com filhos. Conhecem por alto os planos e estão apenas aguardando um telefonema. Também são conhecidos por "adormecidos". Os de segundo escalão chegaram nos últimos cinco anos e não possuem a mínima idéia dos planos.

Al-Jazeera - Mesmo os casados, com filhos, estariam dispostos a morrer com suas famílias?Al-Asuquf - Sim. Todos estão dispostos a morrer. Vide 11 de setembro.

Al-Jazeera - Nos planos gerais da Al Qaeda o que foi 11 de setembro?
Al-Asuquf - Numa escala geral, foi apenas o início. Foi apenas uma maneira de chamar a atenção do mundo para o que ainda virá.

Al-Jazeera - Quantos membros a Al Qaeda possui?
Al-Asuquf - De primeiro escalão, perto de cinco mil, de segundo escalão, perto de 20 mil ao redor do mundo.

Al-Jazeera - Na prisão de Guantánamo tem algum integrante do primeiro escalão?
Al-Asuquf - Não, inclusive muitos nem são da rede Al Qaeda.

Al-Jazeera - Como a Al Qaeda pretende destruir a nação mais poderosa de toda a história?
Al-Asuquf - É uma questão de logística. Usando o seu próprio veneno, isto é, atacando o coração do que eles consideram a coisa mais importante neste mundo, o dinheiro.

Al-Jazeera - Como assim?
Al-Asuquf - A economia americana é uma economia de falsas aparências. Não existe lastro econômico real para a economia americana. O PIB americano é algo entorno de 10 trilhões de dólares, sendo que apenas 1% vem da agropecuária, apenas 24% vem da indústria. Portanto 75% do PIB americano vem de serviços e grande parte disto são especulações financeiras. Para quem entende de economia, e ao que parece o secretário do Tesouro americano, Paul O'Neil não entende ou não enxerga, basta ver que o USA como um todo se comporta como uma imensa companhia "ponto - com" e os dólares propriamente dito são suas ações.

Al-Jazeera - O senhor pode explicar mais?
Al-Asuquf - O valor das ações de uma companhia é diretamente proporcional a rentabilidade desta empresa. Quando a empresa é apenas prestadora de serviço e não produz bens, o valor de suas ações depende de sua credibilidade. O que quero dizer é que se a credibilidade dos USA for abalada, suas ações (o dólar), irão cair numa velocidade impressionante e toda a economia americana entrará em colapso.

Al-Jazeera - Como o senhor tem certeza disto?
Al-Asuquf - Em escala menor, é exatamente o que os grandes grupos financeiros fazem com países do Terceiro Mundo para conseguir rentabilidades, em um mês, iguais a que nenhum banco suíço poderia dar em quatro ou cinco anos.

Al-Jazeera - Como, portanto, a Al Qaeda conseguiria abalar a economia americana a esse ponto?Al-Asuquf - Provocando um déficit de 50 a 70 trilhões de dólares, o equivalente ao PIB de cinco a sete anos dos USA.

Al-Jazeera - Como isto seria feito?
Al-Asuquf - Com a destruição das sete maiores cidades americanas e mais algumas medidas.

Al-Jazeera - Isto seria feito através de que método?
Al-Asuquf - Usando bombas atômicas.

Al-Jazeera - Com toda a segurança nos USA como, hipoteticamente, estas bombas seriam lançadas em solo americano?
Al-Asuquf - Elas não serão lançadas, elas já estão lá.

Al-Jazeera - O que o senhor está dizendo?
Al-Asuquf - Já existem sete ogivas nucleares em solo americano que foram colocadas antes do 11 de setembro e estão prontas para serem detonadas.

Al-Jazeera - Como elas entraram nos USA?
Al-Asuquf - Antes do 11 de setembro a segurança americana era um fiasco, e mesmo depois, se fosse necessário, também conseguiríamos colocar as bombas nos USA. Elas entraram através dos portos marítimos, como cargas normais.

Al-Jazeera - Como isto é possível?
Al-Asuquf - Uma ogiva nuclear não é maior que uma geladeira, portanto, pode ser facilmente camuflada como uma. Em um porto marítimo chegam milhares de contêineres por dia, por mais eficiente que seja a segurança é impossível checar, vasculhar e examinar cada contêiner.

Al-Jazeera - De onde vieram estas bombas atômicas?
Al-Asuquf - Foram compradas no mercado negro.

Al-Jazeera - De quem?
Al-Asuquf - Da antiga URSS compramos cinco e do Paquistão mais duas.

Al-Jazeera - Como é possível comprar uma bomba atômica, não existe segurança?
Al-Asuquf - Antes de 1989 era praticamente impossível, porém após a queda do muro de Berlim, o exército russo entrou em um processo de autofagia e alguns generais de alto escalão começaram a perder seus privilégios, portanto, ficaram altamente susceptíveis às corrupções. O próprio General Lebed, já falecido, e o chefe da comissão de inspetores de armas da ONU, Hans Blix já sabiam disto, apesar do ministro da Defesa russo, Serguey Ivanov negar.

Al-Jazeera - Quanto custa uma bomba nuclear?
Al-Asuquf - Algo em torno de 200 milhões de dólares.

Al-Jazeera - Como a AL Qaeda conseguiu este dinheiro?
Al-Asuquf - Temos vários patrocinadores.

Al-Jazeera - Quem são eles?
Al-Asuquf - Existem vários países que nos patrocinam e mais algumas pessoas muito ricas.

Al-Jazeera - São todos países árabes?
Al-Asuquf - Não, existem, inclusive, países da Europa que também têm interesse na queda dos USA.

Al-Jazeera - Quem são estas pessoas ricas?
Al-Asuquf - Pessoas que também se cansaram de ver os USA sugando o resto do mundo.

Al-Jazeera - Saddam Hussein é uma delas?
Al-Asuquf - Poderia se dizer que é apenas um dos colaboradores, na pessoa de Abdul Tawab Mullah Hawaish, seu vice-primeiro-ministro e responsável pelos programas de armas do Iraque.

Al-Jazeera - Estas bombas atômicas são de que potência?
Al-Asuquf - As cinco ogivas russas são dos antigos mísseis T-3, também conhecidos como, RD-107 e sua potência é algo em torno de 100 kilotons cada uma, isto é, cinco vezes a bomba de Hiroxima. As paquistanesas são menos potentes, algo em torno de 10 kilotons.

Al-Jazeera - As bombas não podem ser detectadas e desarmadas pelas autoridades americanas?Al-Asuquf - Não, apesar de antigas elas sofreram modernizações e estão muito bem escondidas. Mesmo que fossem localizadas, elas possuem dispositivos de auto-detonação se alguma coisa se aproximar. Mesmo pulsos eletromagnéticos não são capazes de desativá-las.

Al-Jazeera - Elas não emitem radiação? Não podem ser detectadas?
Al-Asuquf - Não. Elas estão envoltas em grossas paredes de chumbo.

Al-Jazeera - Um navio paquistanês, suspeito, há pouco tempo foi vistoriado e só encontraram barras de chumbo. Isto tem alguma coisa a ver com as bombas?
Al-Asuquf - Sim, porém aquele chumbo seria apenas uma cobertura extra, não necessariamente fundamental.

Al-Jazeera - Como estas bombas seriam detonadas?
Al-Asuquf - Existem vários métodos, ligação por celular, radio freqüência, abalos sísmicos ou pelo seu relógio regressivo.

Al-Jazeera - Uma vez detonadas, estas bombas causariam a morte de quantas pessoas?
Al-Asuquf - Depende, pois o plano é muito maleável.

Al-Jazeera - Qual é, portanto, todo o plano?
Al-Asuquf - A principio seria detonada uma ogiva, o que iria provocar a morte de 800 mil a 1 milhão de pessoas e provocaria um caos de proporções nunca antes vistas. Durante este caos, mais dois ou três aviões agrícolas que se encontram desmontados em celeiros perto de estradas sem movimento do interior dos USA levantariam vôo para pulverizar mais dois ou três grandes cidades americanas com varíola, em missões suicidas. Isto significa que uma vez identificada a varíola, todos os portos aéreos e marítimos seriam fechados para quarentena. As fronteiras terrestres também se fechariam. Nenhum avião, barco ou veículo terrestre sairia ou entraria nos USA. Isto seria o caos total. O secretário de imprensa da Casa branca, Ari Fleischer terá muito trabalho para fazer.

Al-Jazeera - Mas o governo americano garantiu que em cinco dias poderia produzir vacina contra a varíola para toda a população.
Al-Asuquf - Ataques suicidas paralelos serão feitos contra as fábricas das vacinas.

Al-Jazeera - Qual seria a primeira cidade?
Al-Asuquf - A primeira cidade será a que melhores condições apresentar, por exemplo, céu claro, ventos de oito ou mais milhas/hora em direção ao centro do país, para que a poeira radioativa possa contaminar a maior área possível.

Al-Jazeera - Esse ataque aniquilaria a USA?
Al-Asuquf - Não. Mas o processo estaria iniciado. Quem iria comprar algum alimento dos USA sabendo que poderia estar contaminado por radiação? Quem iria viajar para os USA sabendo da possibilidade de contrair varíola? Quem continuaria a investir dinheiro em instituições americanas? Como no World Trade Center, seria apenas uma questão de tempo para toda a estrutura econômica ruir e virar pó. Se os objetivos forem alcançados com uma bomba e a varíola, provavelmente iremos poupar a vidas de outras pessoas, porém é arriscado e provavelmente mais seis bombas atômicas serão detonadas, uma por semana, e mais ataques com armas químicas serão efetuados.

Al-Jazeera - Quantas pessoas inocentes morrerão?
Al-Asuquf - Segundo estimativas feitas por mim e Ayman Al-Zawahiri, algo em torno de 15 milhões, devido as bombas atômicas e sua radiação. Das contaminadas por varíola, 25% morrerão, algo em torno de mais cinco milhões e muito outras devido ao caos e a desordem instalada.

Al-Jazeera - Mas a resposta militar americana?
Al-Asuquf - Praticamente não haverá. Mesmo que cinco ou dez cidades sejam escolhidas de maneira aleatória para serem destruídas, ainda será um preço pequeno para pagar. O problema é que o desespero econômico será tão grande que até poupar de gastar armas desnecessariamente ocorrerá, pois a liquidez de bens americanos ficará quase a zero e nesta altura os USA ganharão mais vendendo um porta-aviões da classe Nimitz que custa perto de 5 bilhões de dólares, para a Turquia ou Itália, por 1 bilhão de dólares, pois precisarão se recapitalizar de maneira urgente, porém será tarde de mais. Além do mais, qual será a moral de um soldado americano de lutar sabendo que toda a sua família morreu e seu país deixou de existir. Lutar pelo quê?

Al-Jazeera - A economia mundial, também, não ruirá?
Al-Asuquf - No inicio será muito difícil, uma grave crise econômica se instalará. Porém sem os USA o mundo logo se erguera de maneira mais justa e fraterna.

Al-Jazeera - E Israel?
Al-Asuquf - Como vocês dizem... Será a sobremesa.

Al-Jazeera - O porta-voz de Bin Laden, Sulaiman Abu Gheith, sabe que o senhor deu esta entrevista?
Al-Asuquf - Foi ele e bin Laden que me sugeriram que desse a entrevista.

Al-Jazeera - Osama Bin Laden está vivo?
Al-Asuquf - Vivo e com muita saúde, ao lado de seus comandantes, Mohammed Atef e Khalid Shaik Mohammed e o Mula Omar.

Al-Jazeera - E o senhor não receia que venham a descobrir os planos da Al Qaeda?
Al-Asuquf - O plano já está em sua contagem regressiva, nada mais poderá pará-lo.

Al-Jazeera - Nem mesmo um pedido de desculpas e novas atitudes por parte dos USA?
Al-Asuquf - Isso não aconteceria e mesmo assim é tarde demais.

Al-Jazeera - Quando será iniciado o ataque?
Al-Asuquf - Não posso revelar. Allah Akbar (Deus é Grande).

Bem, o texto pode ser mesmo de autoria da Al Qaeda, podia ser parte do plano usado pelos USA para justificar a continuação da guerra contra o terror ou simplesmente produto de uma fértil mente ociosa. Mas por que a divulgação se iniciou no Brasil? Por que depois de alguns anos esquecido o texto voltou à tona? Logo quando ações terroristas põem a Índia em tensão com o Paquistão. Quando uma crise econômica de níveis incalculáveis atinge sobretudo os EUA, deixando-o mais vulnerável. Será o início dos ataques? Faço das palavras de Al-Fuqusa, quer dizer, Al-Asuquf as minhas: Não posso revelar. Allah Akbar. xD

28 comentários:

Anônimo disse...

好秘书 中国呼吸网 肿瘤网 中国皮肤网 癌症康复网 中国公文网 工作总结 个人工作总结 班主任工作总结 年终工作总结 工作报告 政府报告 述职报告 述廉报告 考察报告 自查报告 情况报告 调研报告 调查报告 申请报告 辞职报告 实习报告 评估报告 工作汇报 思想汇报 汇报材料 情况通报 情况汇报 心得体会 学习心得 工作心得 培训心得 读后感 演讲稿 竞聘演讲 就职演讲 比赛演讲 征文演讲 节日演讲 演讲技巧 工作意见 活动策划 工作方案 整改方案 实施方案 企划文案 销售方案 培训方案 应急预案 规章制度 法律法规 事迹材料 先进事迹 个人事迹 申报材料 学习材料 考察材料 经验材料 交流材料 自我鉴定 模板范例 技巧经验 工作计划 民主生活会 入党志愿书 入党申请书 入团申请书 转正申请书 通知 毕业论文 合同

Lara Sousa disse...

Quanto a série, ela foi muito boa nas primeiras temporadas, asm assim como lost depois da 3º ja tava enjoando, na minha opinião;
E essa onde de terrorismo, ninguém merece como o nome já diaz cusa muito terror mesmo e só nos faz sofrer ainda mais sem sber a que horas vão nos atacar e etc. Acho que pelo menos estamos protejidos no Brasil, ou não?

beeijO

Daniela Lima disse...

Também acho que forjam provas, inventam coisas, p justificar ataques que tem interesses comerciais para os EUA!!!

Thiago Borges disse...

Admito que não li a entrevista enorme, mas o resto da postagem sim ^^

Por que português?
Imagino que porque os brasileiros são mais pilantras pra essas coisas!
hehehehehehehehe

E a sexta temporada de 24 horas foi muito foda ^^

Já vi o episódio 0 da 7ª *_*
Muito bom
hehehehehe

Abraços

Luua disse...

Al-Jazeera - Quanto custa uma bomba nuclear?
Al-Asuquf - Algo em torno de 200 milhões de dólares.

Al-Jazeera - Como a AL Qaeda conseguiu este dinheiro?
Al-Asuquf - Temos vários patrocinadores.


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk PALHAÇADA!


essas porras são toodas forjadas!

Miriã disse...

Teoria da conspiração detectada...mas não se engane, quando esse povo se revoltar, vai ser bomba pra todo lado.

Guilherme Santos disse...

só assisti a primeira temporada
nao gosto mto

Latarias do Cotidiano disse...

disseram que o segurança de Osama...ops...Obama vai ser o jack Bouwer!

Latarias do Cotidiano disse...

faz medicina?
entao confirma q esta certo oq disse sobre alzheimer?afinal...faço enfermagem...e nao gostaria de cometer uma gafe dessa neh

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

vo acompanhar seu blog..ok?!
flw

Presidente Blog disse...

Percebemos que seu blog tem um bom conteúdo e boas idéias.
-
Mas como isto por si só, ainda não é suficiente, aconselhamos dar uma olhada nas nossas dicas para blogueiros e ainda assinar nosso feed para implementar mudanças que irão fazer toda diferença no seu blog.
-
Esperamos suas visita e seu comentário anciosamente.
-
Grato,
-
Presidente Blog

KarinaK disse...

fala sério... como se essa entrevista fosse verdadeira...
tah foda que um cara do alto escalão da Al Qaeda ia sair dizendo o plano de fuder com os EUA... pq simplesmente nessa "entrevista" foi o que ele fez... só naum disse data. ¬¬

Gúh! disse...

duvido muito, que há bombas no EUA ¬¬'

esse cara aí, daria um bom jogador de poker

Mr. X disse...

É falsa!
Claramente é photoshop.
Dá pra saber porque as sombras tão todas erradas.

FuqUSA??? Coincidência demais...

http://ofatorx.blogspot.com/

André disse...

acreditar numa palavra dita por um terroritsta e quem nem acreditar nos governo dos eua...ambos se merecem.

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

Eu li essa reportagem no blog Route 06. Pra mim é fake, apesar de ter uma consistência, não me parece que ele ia avisar e detalhar o seu plano para acabar com a econômia americana.
É como se eu tivesse um plano de assaltar o banco do Brasil e, detalha-se o meu plano em meu blog.
E como você sitou, só existe essa versão em Português, com certeza o professor que traduziu o texto, deveria seguir carreira como escritor de livro de ficção.

abraços!!!

http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

м α ỷ т т α disse...

isso é verdade mesmo?

não parece tão real assim...

Choujitops disse...

Bom blog... so o layout q esta meio ruim!! mas o conteudo e otimo... muitas coisa interessantes

Mayara Gabriela ♪ disse...

Jack Bouer é meu herói! s2

ligia disse...

Interessante!!!
Gostei do post, voltarei mais vezes por aqui

The Terror of Death disse...

Cavalo de Tróia!!!

Calango disse...

KKKKKKKKKKKKKKKkk

jaeipoajeiojae

depois perguntam pq brasileiro mente...

kkkk

além de tudo...

bomba atômica não é nada demais...
até eu tenho uma em casa...

gilgomex disse...

Essa entrevista da (supostamente) Al qaeda está girando mundo blogosferico...
Acho que vou acabar publicando lá a coluna tb... com algumas pequenas adaptações...

Man disse...

Interessante!!

Imagine se fosse verdade...

Otimo post

Brutal Rock
http://brutalrock.blogspot.com/

Kacau disse...

Ou esse cara blefa e blefa bem, ou imagina juntar ele e o Bush de mãos dadas? essa guerra já deu, sem noção vidas de gente que não tem nada a ver com isso se perdendo, isso sem as barbaries que são cometidas de ambos os lados.

http://messnatural.blogspot.com/

Miriã Soares disse...

ja disse que amo essas conspirações? em filmes ou não

Bruno Grohl disse...

Foda Mew,Li Um Pouco e Favoritei,Lerei Mais tarde.
Bacana o Blog.

http://cafeholandes.blogspot.com

Bala disse...

Fantástico!

David Sampaio disse...

Essa foto de Bush com barba é muito engraçada.

O problema do mundo, creio eu, é um problema de consciência.
Só o despertar do coração pode nos trazer "um novo céu e uma nova terra".

O terrorismo é algo que quer nos tirar o sentido existencial das nossas vidas.
Mas o papel de um ser humano evoluído é dar sua contribuição, fazer a sua parte diante da realidade em que vivemos.

Abraços!

http://arvoreando.blogspot.com/