sábado, 15 de setembro de 2007

O Apanhador

Incontestavelmente, com a maioria dos votos da última enquete, vamos falar sobre o livro do qual tirei o nome para este blog: O Apanhador no Campo de Centeio. O autor do livro, Jerome David Salinger, inspirou-se nos versos de uma canção de Robert Burns: ‘‘Se alguém encontra alguém atravessando o campo de centeio’’.

Algumas pessoas dizem que a fama do livro se deve ao fato dele ter sido lido pelo assassino de John Lennon, Mark David Chapman, o qual pediu que John o autografasse pouco antes de assassiná-lo. Mas por quê ele fez isso? Seria esse um livro indicado para pessoas violentas e instáveis? Segundo Chapman, em seu julgamento, ele estaria possuído por Holden Caulfield, personagem principal do livro, assim como vários outros assassinos que já se utilizaram desse argumento. Sinceramente, isso não faz o mínimo sentido.

A trama se concentra em torno da expulsão de Holden da sua escola e da sua volta para casa, às vésperas do natal, período no qual ele reflete sobre o declínio da sua vida e sobre coisas que parecem fúteis à primeira vista, como a falsidade - ele odeia quando pessoas que mal se conheceram dizem: Prazer em conhecer -, sinceridade, dignidade e sobre a falsa primeira impressão que as pessoas têm umas das outras - Holden fala que antes de sentirmos pena de quem vai conviver com certa pessoa, devemos conhecê-la melhor, pois as pessoas podem ser assobiadoras fabulosas-.

Holden é um sujeito que apaga palavrões pinchados na escola da irmã, respeita as pessoas mais velhas, é contra desigualdades, admira a inocência das crianças, não se prende a "nada", odeia pessoas metidas e não teme em brigar pelos seus objetivos. Seria até bom se de fato os assassinos o imitassem. A angústia de Holden se deve ao período turbulento pelo qual ele está passando, perdido, sem rumo. Ele quer ser somente o apanhador no campo de centeio, ficar num grande campo de centeio, para que quando uma das inúmeras crianças que ali brincam estiverem para cair do abismo, ele as apanhasse, mas no meio da trama ele próprio parece estar caindo nesse grande abismo. Ele também está entrando na fase adulta e os bares, bebidas e cigarros parecem o cercar, sufocando-o e não deixando alternativa senão entrar de vez no mundo dos vícios. Além de tudo, ele não guarda ressentimentos das pessoas, no fim tem saudades até dos mais chatos.

É um dos melhores livros já publicados, tem uma trama envolvente, pois apesar do pessimismo apresenta um incrível vocabulário e um humor diferente de tudo já visto e após mais de cinquenta anos de publicação ele continua muito atual. Leitura indispensável para qualquer um, quem não leu está perdendo.

PS: Se você já leu dê sua opinião sobre o livro...

39 comentários:

Karina disse...

eiiiii
vc sempre falou que esse é seu livro favorito e talz...
mas agora com esse texto realmente tive vontade de lê-lo...
por isso, fike sabendo que vc vai me emprestá-lo no final do ano...
HEHEHEHEHEHHE
ok?!
excelente post!!! ;)))

Game--Zone disse...

Aeee Belo Blog..xD
Muito bom..

mácio disse...

massa!!mto massa!!
como te disse, já vou ler, depois dessa pequena sinopse vou ler msm! e agora entendi pq o nome do blog.(huahuahuahuh) esse eh um livro d serial killer msm?tenho q ler!
flws!

Slim Shady disse...

Muito bacana,dizer de certa forma, a origem do nome do seu blog.

E pelo que eu li aê,o livro deve ser muito bom mesmo,fica a dica,vou atrás para ler.

Abraço!

Bruno R.Ramos disse...

Seu blog em algo de diferene. Super inusiado. Gostei do post..Voc~e nao pode desistir...Cara, show de bola!!!Parabéns!!!É super hilariante!

Bruno R.Ramos disse...

Show de bola!!!

Tavareli disse...

nao li o livro, mas gostei do texto..o livro deve ser bom heim, valeu!



www.diegotavareli.blogspot.com

Bruno R.Ramos disse...

Qualquer um que se digne olhar para o universo literário se lembra do poema de Fernando Pessoa quando abre esse blog e se depara com a temática da seifa, da pobre ceifeira que recolhe o trigo nas pradarias de Portugal inconsciente da sua miséria. Aqui o melhor é a qualidade que se preserva a cada visita que aqui seu faço. Parabéns!

Deisinha Rocha disse...

Nossa, legal...
o personagem desse livro me deixou interessada nele...

gostei tbm do segundo post...
e tbm acho q o Elvis não morreu...
hehe

já a do Paul é mais novidade pra mim... mas tbm nunca procurei saber mto deles...


ah, respondendo ao post lá no meu blog...
eu lembro q tinha virado modinha tirar foto vestido de mamífero da parmalat...
e sabe q a musikinha naum sai da minha cabeça...

^^

bjos e até...


ah, vou te add nos favoritos, ok...
gostei da maneira de como vc escreve...

e olha q eu to cansada, hein!!!!!

Devaneios Bobos disse...

Pra mim O Apanhador no Campo de Centei foi um divisor de águas em minha vida, o que eu havia lido antes não se comparava ao que estava lendo, e o que leria depois seria sempre uma tentativa de alcançar o mesmo nivel! O li em dois dias, não conseguia tirar os olhos da página! Me identifiquei pois foi na mesma fase, de descoberta do "mundo adulto" em que você se sente caindo num abismo em que o li! Foi confortador pra mim este livro ter chegado em minhas mãos!

young vapire luke lestat news disse...

O livro de Salinger, é um dos meus favoritos.
Qual adolescente não se identifica com a personagem Holden Caufield.
Este é um dos livros que ajudaram a moldar meu caráter.
A única coisa que lamento, é um exemplar do livro ter sido encontrado no bolso do assassino de John Lennon e a mídia usou isso para dizer que o livro incentivava a violência.

Mas, quem leu o livro sabe que é perfeito.

Belo poster.


[]s L.Sakssida

ZaPHod disse...

sempre ouvi falar do livro mas é a primeira vez tenho vontade de ler... vou começar amanha mesmo...

Bruno R.Ramos disse...

Foi muito bom saber de onde veio o seu trabalho. A fone é manacial rico de literariedae e com cereza um clássico. parabéns!

Jeff McFly disse...

Muito bom!
Belo post, cara!

Fábio R. disse...

a primeira vista é enigmático vê-lo como um futuro serial-killer o que me faz imaginar que o autor deve ter ido realmente a fundo da mente do personagem para conseguir explicar essa mudança... de qualquer forma, tomei curiosidade agora para com o livro.

e nada melhor do que bom post explicando a origem do nome do blog =)

ivan disse...

Vi seu blog na comunidade do orkut!!
Pow, ainda não li esse livro, mas já ouvi muito sobre ele! É um a mais pra colocar na minha lista.
Atualmente to lendo:
"o livreiro de Cabul"...to no começo, mas to gostando!

Bacana o blog!

Qquer coisa passa lá no meu

http://acidboy.blog.terra.com.br

Som do Som disse...

Você com tanta empolgação do livro que deu vontade de ler.

abraço!
http://somdosom.blogspot.com/

Igor disse...

o livro parece ser bem legal vou procurar mais dele e ver ce axo download...o blog ta muito legal
parabéns

fique com Deus

Gilberto Pu disse...

Tá. Assumo que já vi o livro mas que não sabia o que era Centeio.
Abraços!

Meth means Death; Emeth, Life... disse...

Pow, brow, muito showz! Adorei mesmo... É uma pena de as pessoas com transtornos mentais quase sempre possuírem essa parte "lógica real" em suas mentes, por exemplo: Um molestador de criancinhas acha o sexo com adultos uma coisa nojenta, os adultos um asco; Por isso que preferem crianças... Entendeuz?! HUAhuahuauhauhhua... Assim funciona a mente do Psicopata (Psico - pathos) ele vê o Racional, mas não as implicações culturais... É ID puro! Flwz...

Malu disse...

Oiê...
Eu simplesmente amo esse livro, li a primeira vez com uns 11 anos e desde então não parei mais de reler. Todo ano eu pego o livro porque sempre acho novos significados.
Ah, só por causa desse post resolvi te add no meu blog que é odemoniodomeiodia.blogspot.com

Rafaela disse...

Amei seu blog, e falar alem de falar sobre esse livro fantastico usar o nome dele para o blog foi uma grande escolha. Vou vir mais vezes...

blog disse...

Salinger já era ídolo quando Leenon vestia calças curtas. Esse papo de o livro ter relaçao com a morte de Lennon deixou J.D. chateado, mas por alguns minutos. Ele sempre desprezou o stablishment norte-americano, principalmente porque esse stablishment saiu procurando motivos para a morte do ídolo.
Salinger deixou-nos toda a família Glass, e ainda Holden...o que mais se pode querer?

Valeu a homenagem ao velho.

An@Lu disse...

ainda não li esse livro, mas já ouvi falar muito bem dele.
está na minha lista de "para ler".

cassiosvaldo disse...

Parece que esse livro é o que os serial killers mais gostam de ler, não só pelo fato de o assassino do John Lenon ter o lido, mas enfim..



abraço

Johnny M. disse...

Eu comprei o Apanhador no ano de 1999, exatamente na época próxima ao Natal. Tinha curiosidade de lê-lo justamente por causa da aura de maldito que o cercava. No filme Teoria da Conspiração, o personagem de Mel Gibson compra todos os exemplares do livro quando o vê em alguma livraria. Minha primeira leitura foi frustrante. Esperava mais de um livro tão controverso, e não uma trama tão banal. Porém, a medida que volte a lê-lo continuadamente dei-me conta da complexidade do livro. Passei a lê-lo todos os anos, na proximidade do Natal, e a cada nova leitura encontro novidades, detalhes que me haviam passado despercebido, e a emoção que ele me provoca se renova.

cassiosvaldo disse...

Só de ler "por cima" a resenha feita por você, eu já me vejo sendo uma pessoa parecida com o personagem principal! Eu também odeio as falsas verdades rotineiras!!

abraço ae, cara.

Mayara disse...

Leio esse livro em todos os natais, e muito perfeito, assim como seu blog, nao poderia ter escolhido nome melhor!
bjxxx

Luna disse...

Olha, esse livro mudou a minha vida. Já li várias vezes e adoro até hoje.
Adorei seu blog!

EDUARDO GOMES disse...

Eu li e achei muito bom.

em certos momentos me identifiquei com o Holden.
Mas depois percebi o por que !
Holden não estava gostando de assumir responsabilidades , de crescer. coisa que eu gostaria de não assumir.

O apanhador é o classico sobre a superação da adolescencia para a vida adulta.

vlew.

Brenno disse...

Gosto muito desse livro. Li ele pela 1º vez há uns 8 anos atrás e agora estou relendo...muito bom.

Leticia disse...

eu ja li o livro eh mto legal
vale a pena ler

Rezinha disse...

Olá, eu li esse livro, para um trabalho da facul, e ameiii, o Holdn é incrível, é a pessoa que eu gostaria um dia de poder tomar um café e conversar por horas a fio, no duro! rsss

bjs amei o blog

Laís disse...

Ah! eu adorei o livro..deveria ter o segundo.

Anônimo disse...

mesothelioma support and information!
[url=http://www.mesothelioma-support.org/]asbestos lawsuit[/url]

O Resto de Mim disse...

Holden era um medroso, ele definitivamente NÃO BRIGAVA PELO QUE ERA SEU, ele até nem se importava de perder qualquer coisa!

Hedelyn disse...

Meu livro preferido, no duro!

Anônimo disse...

Não é o melhor resumo sobre o livro que já vi.

Elenice Amancio disse...

Esse livro possui literalmente as possibilidade frustrante da juventude, que caminha para o futuro. Holden um jovem que demonstra uma certa maneira de pensar deprimente. Vi a necessidade de virar cada página para assegurar a importância do conteúdo dessa história relevante. Contudo é uma ótima história senão eu não teria lido todo livro. Diria: O apanhador no campo de centeio, confesso que com o nome do livro me pegou de surpresa!!!
11/01/2015